Pedro Satélite cobra repasses a hospitais regionais do norte de MT

Deputado Pedro Satélite reúne-se com o secretário de Saúde/MT, João Batista Pereira da Silva (Foto: JLSiqueira/ALMT)

Diante da situação preocupante da saúde na região norte de Mato Grosso, o deputado Pedro Satélite (PSD) se reuniu, no fim da tarde desta quinta-feira (18), com o secretário de Estado de Saúde, João Batista Pereira da Silva, para tratar da melhoria dos serviços prestados nos hospitais regionais de Colíder, Alta Floresta e Peixoto de Azevedo.

O deputado repassou ao secretário uma lista de demandas, na qual estão previstas manutenção das especialidades oferecidas nas unidades hospitalares ea  ampliação do número de consultas e cirurgias realizadas por mês.

A reunião foi solicitada, principalmente, para requerer do Estado o repasse destinado aos hospitais regionais. “Nós reivindicamos, em nome da sociedade, algumas questões que podemos melhorar”, sintetiza o deputado Satélite.

“Algumas especialidades nos hospitais, como é o caso de Colíder, já funcionavam e não podemos regredir. E o secretário se pré-dispôs e assegurou que essas especialidades paralisadas serão retomadas no mês de setembro agora”, informou o deputado.

Durante a reunião, o deputado sugeriu que o Estado contratasse serviço particular de UTI móvel terrestre, já que o custo estimado é de um terço do valor da UTI aérea. Com os veículos, é possível se deslocar para as unidades de saúde de referência em Sinop, Sorriso e Cuiabá.

O secretário de Saúde, em acordo, garantiu atender os hospitais regionais citados, especialmente por acolherem toda a região e, inclusive, demandas do Pará (estado vizinho de Mato Grosso). “Nós estamos procurando o governador do Estado para nós contingenciarmos recursos na saúde para, assim, resolvermos problemas financeiros e estruturais nessas unidades”.

Na oportunidade, o secretário de Estado divulgou cronograma de entrega das 141 ambulâncias adquiridas pelo Executivo, a serem repassadas a cada um dos municípios de Mato Grosso. Segundo previsão, 26 serão entregues ainda em agosto, 85 em setembro e 30 em outubro. Diante do anúncio, Satélite solicitou que os três municípios em pauta fossem priorizados, a fim de atender já de imediato às regiões dos quais são polos.

Fonte: AL MT
Comentários Facebook