PF apura fraudes na obtenção de Benefício de Amparo Social ao Idoso

Natal/RN – A Polícia Federal, juntamente com o NUINT – Núcleo de Inteligência da Previdência Social, deflagrou nesta quinta-feira (22/8) a Operação Reiteração, na cidade de Canguaretama/RN, com o objetivo de coibir a atuação de grupo criminoso que se utiliza de documentos falsificados com a finalidade de obter Benefício de Amparo Social ao Idoso.

Policiais federais prenderam em flagrante uma mulher, quando intentava requerer o benefício junto a APS (Agência da Previdência Social) da cidade de Canguaretama /RN, utilizando documentos falsos.

As investigações, que iniciaram em 2016, apontou que, atuando em todo o Estado, a mesma pessoa utilizava nomes diferentes em vários requerimentos, com vistas a obter maior número de benefício LOAS possível. Há indícios, inclusive, que a mulher tentou auferir concessórios em mais duas localidades no Estado do Rio Grande do Norte.

Segundo dados do NUINT, a ação possibilitou uma economia estimada de R$ 430 mil, em pagamentos futuros que seriam realizados, caso tivesse havido a concessão dos benefícios e considerando a expectativa de vida e a idade atual da pretensa beneficiária, conforme tabela de mortalidade do IBGE (2016).

A Operação foi denominada REITERAÇÃO visto que a mesma pessoa se repete em vários requerimentos, utilizando-se de nomes diferentes.

 

[email protected] | @pfnorn | www.pf.gov.br

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook