PF combate organização criminosa em Minas Gerais

.

Uberaba/MG – Na manhã de hoje, 8/4/2020, a Polícia Federal deflagrou, em conjunto com a Polícia Civil de Minas Gerais, a Operação “Saepta”, para investigar conduta de um possível membro de facção criminosa que agia em Minas Gerais.

Foram cumpridos, em Uberaba, três mandados judiciais de busca e apreensão e um mandado judicial de prisão preventiva; todos expedidos pela 1ª Vara Criminal de Uberaba, após representação feita pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO/MG).

As investigações tiveram início em março deste ano e identificaram um homem que residia em Uberaba e teria utilizado nomes falsos para se esquivar de mandado judicial de prisão que havia contra si, por condenação por homicídio qualificado que teria cometido em São Paulo/SP. Há indícios de que o foragido seria membro de uma facção criminosa.

O cumprimento das buscas ocorreu em duas residências e numa loja de revenda de veículos de propriedade do investigado, que pode estar servindo de fachada para movimentação de recursos da facção criminosa.

Caso seja condenado, o homem poderá cumprir até 23 anos de prisão pelos crimes de falsidade ideológica, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde em face da pandemia do Covid-19, a Polícia Federal continua trabalhando para a manutenção da lei e da ordem, preservando o estado democrático de direito.

Será concedida entrevista coletiva, às 16h, na Delegacia da PF em Uberaba (Rua Delegado Agílio Monteiro, n° 10, Parque do Mirante).

 

 

www.pf.gov.br –

 

*** O nome da Operação tem origem no latim e significa “vida oculta”, como menção ao crime ora combatido.

Comentários Facebook