PMDB sela apoio a reeleição da prefeita Lucimar Campos

Em Várzea Grande, o PMDB acabou firmando uma aliança com o Democratas da prefeita Lucimar Sacre de Campos e desistiu de lançar um candidato próprio para disputar o Paço Couto Magalhães. Após anunciar a pré-candidatura do vereador Kalil Baracat (PMDB), a sigla fechou um acordo histórico com a família Campos, liderada pelo ex-senador Jaime Campos.

Segundo o vereador Baracat, as conversas internas entre os partidos acabaram por definir a união do PMDB, que historicamente fazia oposição ao DEM. “O diretório municipal decidiu depois de muitas conversas seguir com o Democratas. Foi colocado para o diretório e nós [membros] propomos uma votação. Ao eliminar outros nomes e acordos, a maioria acabou optando por caminhar com o DEM. Até agora não foi discutida uma possível indicação a vice, mas ainda restam muitas conversas”, disse.

Além disso, o parlamentar explicou que o recuou de sua pré-candidatura se deveu a complicadores durante as negociações. “O partido colocou o meu nome como pré-candidato, mas depois de alguns complicadores ficamos de escanteio mesmo. Mas enfim, essas discussões seguem até o final das convenções. O PMDB, diante a votação da maioria, seguirá com o DEM mesmo. Isso já está fechado”.

Na proporcional, até agora o PMDB já fechou seu arco de alianças com o PHS e o PC do B. Além disso, anunciou o nome de 17 candidatos a vereador pelo partido após a realização das convenções partidárias, nesta quinta-feira (4).

A Gazeta

Comentários Facebook