Polícia Civil cumpre dois mandados de prisão por homicídio ocorrido na capital

Assessoria/PJC-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá (DHPP) cumpriu nesta semana mais dois mandados de prisão preventiva em desfavor de R.A.S e P.A.G, suspeitos da morte de Gilberto Gomes Duarte, ocorrida em julho de 2016. A vítima era padrasto de um dos investigados. Os mandados de prisões foram deferidos pela 12ª Vara Criminal de Cuiabá.

Ambos já haviam sido presos temporariamente no início de setembro deste ano por representação da Polícia Civil que investigava o crime, que chocou a vizinhança do residencial Salvador Costa Marques, na Capital, pela agressividade com que foi cometido.

De acordo com o delegado Olímpio da Cunha Fernandes Júnior, a vítima foi brutalmente golpeada com uma faca e morreu em decorrência do ferimento.

Os dois serão indiciados por homicídio qualificado e alteração da cena do crime, tendo em vista que o local da ocorrência foi modificado para tentar encobrir a dinâmica da ação criminosa.
Um dos presos, R.A.S, enteado da vítima, já cumpriu pena de cinco ano por outro homicídio na cidade de Alto Araguaia e desta vez responderá, além do crime de homicídio com qualificadora, poderá ser responsabilizado pela adulteração da cena do crime.

Conforme investigações da DHPP, a princípio, o crime parecia ter ocorrido na cozinha externa do imóvel, pois só lá haveria sangue e outros sinais, porém, a perícia técnica comprovou que o local foi modificado na tentativa de atrapalhar as investigações. Posteriormente, com o resultado da perícia foi possível verificar que também havia sangue dentro da residência.

Além das evidências, os dois identificados foram vistos saindo da cena do crime, logo após o ocorrido. Ouvidos em declarações durante as investigações, os dois suspeitos negaram a participação no crime.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook