Polícia Civil prende homem acusado de matar delegado de Goiás

Após três dias de vigilância, a Polícia Judiciária Civil (PJC) prendeu, em Pontes e Lacerda (448 km a Oeste de Cuiabá), Rafael Ferreira de Almeida, de 22 anos. Ele é acusado de matar o delegado aposentado da Polícia Civil de Goiás, Cassimiro Célio Tristao, de 73 anos, no dia 29 de dezembro de 2015, durante um assalto a uma casa no Residencial Guarema, em Goiânia (GO).

O suspeito foi preso na madrugada desta segunda-feira (26.06), na fronteira da cidade com a Bolívia. O delegado Gilson Silveira acredita que ele estaria tentando montar domicílio no País vizinho. “Localizamos o suspeito na Bolívia e ficamos monitorando até ele pisar em solo brasileiro para dar cumprimento à prisão”, disse.

O acusado foi denunciado pelo Ministério Público de Goiás pelo crime de latrocínio. O suspeito é acusado de seis crimes, entre eles homicídio, receptação e posse ilegal de arma de fogo, pelos quais tem condenações na Justiça. Em janeiro, Rafael foi preso na investigação da morte do delegado. No entanto, em junho de 2016, deixou a prisão de forma irregular, depois de ser inocentado por um roubo, cometido no município de Trindade, região metropolitana de Goiânia.

Em Pontes e Lacerda, o acusado estava com a mulher já há cerca de 40 dias.

Comentários Facebook