Polícia Civil prende receptador de equipamento de fusão óptica furtado de empresa

Assessoria | PJC-MT

O furto de um aparelho de fusão de fibra óptica de uma empresa particular foi esclarecido, com a identificação de dois autores e o do receptador. O caso foi apurado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá, na segunda-feira (16.09), prendeu o receptador em flagrante.

Os autores do furto, identificados por  A.B.M. 33 e P.T.R.F. 35, estão indiciados no inquérito policial. O terceiro envolvido, R.S.A.P., 24, foi autuado em flagrante por receptação qualificada.  

O furto aconteceu no dia 06 de setembro, no bairro Coophamil. Na ocasião, um veículo da empresa Radiante Engenharia de Telecomunicações foi arrombado e do interior subtraído uma maleta com equipamentos, entre eles, um aparelho de fusão de fibra óptica.

Nas diligências para apurar a ocorrência, os policiais civis da Derf Cuiabá conseguiram imagens da ação criminosa captada por câmeras de segurança. Na filmagem foi possível ver dois indivíduos abrindo a porta traseira do carro, sendo possível identificar o veículo utilizado pelos suspeitos.

Com base nas informações, os investigadores da Derf-Cuiabá lograram êxito em, inicialmente, localizar o carro usado no furto. O suspeito (A.B.M) foi abordado e acabou confessando a autoria do delito em apuração.

Durante entrevista, A.B.M. revelou que havia praticado o furto junto com seu comparsa P.T.R.F. Depois ambos venderam o equipamento para R.S.A.P.

A equipe localizou o receptador (R.S.A.P.), no bairro Santa Izabel, que admitiu ter comprado o equipamento sabendo da origem ilícita. Posteriormente, ele vendeu a  máquina para uma pessoa no Estado de São Paulo (SP).

Com o suspeito R.S.A.P. também foi encontrado um dos acessórios da máquina, cuja função é cortar as fibras óticas, que também estava na maleta furtada. Já o equipamento de fusão subtraído, tinha sido despachado via Correios para o comprador de São Paulo.

A Polícia Civil oficializou a empresa dos Correios e a entrega foi suspensa. O material retornará para Cuiabá para restituição ao proprietário.

Diante dos fatos, R.S.A.P. foi conduzido à Derf-Cuiabá, ouvido e autuado em flagrante por receptação. Após a confecção dos autos, ele foi encaminhado para audiência de custódia.

Os dois autores do furto foram interrogados. Por não estarem em situação de flagrância, responderão ao inquérito de furto, em liberdade.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook