Prédios públicos de Mato Grosso passam por desinfecção


.

Para reduzir o risco de contaminação pelo novo coronavírus, prédios públicos de órgãos e entidades do Executivo estadual passarão pelo processo de sanitização e desinfecção de ambientes. A ação é realizada por meio de uma parceria firmada entre o governo do Estado, por meio da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), com o Tribunal Regional do Trabalho – 23ª região e o Ministério Público do Trabalho.

Nesta sexta-feira (22.05), a atividade está sendo realizada nos Institutos de Terra de Mato Grosso (Intermat) e no de Defesa Agropecuária (Indea), na Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat), na Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) e na Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf).

A medida visa garantir a manutenção das medidas sanitárias preventivas à disseminação da Covid-19, protegendo os servidores públicos que estão atuando em escala de revezamento e a população que frequenta esses locais.

Dando continuidade à essa grande operação, neste sábado (23) o trabalho será executado na Procuradoria Geral do Estado (PGE/MT) e na Secretaria da Casa Civil. Já passaram pelo procedimento as secretarias de Educação (Seduc), Assistência Social e Cidadania (Setasc), e Fazenda (Sefaz), incluindo os postos fiscais; e a sede do Mato Grosso Saúde. Na Seplag, esse procedimento foi feito em duas etapas, iniciadas na última sexta-feira (15) e com término previsto para esta tarde.

“Temos adotado todos os cuidados necessários de combate à disseminação do coronavírus e essa é mais uma ação que faz parte dessas medidas preventivas. O intuito é proteger tanto aqueles que tocam a máquina pública como os usuários dos serviços públicos”, afirmou o titular da Seplag, Basílio Bezerra.

A desinfecção de superfícies e ambientes é feita com quaternário de amônia de última geração, produto químico com registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que produz um resultado altamente eficiente e superior ao cloro e o hipoclorito de sódio.

O serviço tem sido realizado por meio de técnicas de nebulização, atomização ou termonebulização e inclui paredes, tetos, pisos e mobiliários, conforme orientação do Ministério da Saúde.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook