Programa ‘Amigas Empreendedoras’ abre inscrições para cursos gratuitos no Grande Cristo Rei

12/02/2020    27

As oficinas de corte e costura, cabeleireiro, culinária, designer de sobrancelhas e artes, que serão oferecidas de forma gratuita, na Subprefeitura – localizada na região do grande Cristo Rei – terão início no dia 17 de fevereiro. Os cursos fazem parte do programa “Amigas Empreendedoras”, idealizada e coordenada pela Secretaria Municipal de Assistência Social.  

Além das oficinas realizadas na sub-prefeitura, os cursos também ocorrerão em polos localizados nos bairros Hélio Ponce de Arruda, Cohab Jaime Campos, Maringá II, Princesa do Sol, Alameda, Construmat, Joaquim Curvo, Carrapicho, Santa Clara e Ponte Nova. 

De acordo com a superintendente de cursos da região do grande Cristo Rei, Valdete Flores, ainda existe vagas abertas para algumas oficinas, tanto na subprefeitura, como nos demais polos espalhados em mais de 70 bairros da cidade. “Os interessados devem procurar as unidades instaladas próxima as suas residências e efetuar a inscrição. Vale lembrar que os cursos têm diferentes períodos de duração, e que assim que for concluída uma etapa, novos alunos poderão se inscrever no seu curso de interesse”, informou.

O vice-prefeito José Hazama reforça que todas as oficinas têm custo zero para a população, e que o programa “Amigas Empreendedoras” tem por objetivo focar na qualificação profissional tanto dos moradores da região do Cristo Rei, como de todas as outras regiões onde o programa é desenvolvido.

Hazama lembra que o programa desde que foi criado já habilitou um grande número de contingente de pessoas para o mercado de trabalho, e que muitos já estão atuando de forma autônoma ou vinculada a uma empresa privada.  “A população mais carente necessita dessa oportunidade e o que a administração municipal tem feito é tornado possível que eles realizem uma capacitação, na garantia de um futuro emprego ou o aumento da renda familiar”.

A secretária de Assistência Social, Flávia Omar disse que essa administração tem buscado ao longo dos anos aplicar políticas públicas que vêm ao encontro da necessidade da população, principalmente, a mais carente, desenvolvendo ações de empreendedorismo, e ao mesmo tempo, motivando as pessoas, principalmente as mulheres, para que aprendam uma profissão. “Em 2019 o programa “Amigas Empreendedoras” atendeu cerca de 5 mil mulheres em mais de 70 bairros da cidade. A nossa meta neste ano é manter esse número ou até mesmo aumentar esse percentual, beneficiando um maior número de pessoas”.

Por: Kátia Passos – Secom/VG

Comentários Facebook