PSDB lança chapa pura com Aparecida e Chico em Livramento

O PSDB lançou chapa pura para a disputa da prefeitura de Nossa Senhora do Livramento. Maria Aparecida Abes Botelho e o consultor legislativo da Assembleia, Francisco Monteiro, foram oficializados na noite desta sexta-feira (5) como postulantes ao cargo de prefeita e vice.

Os dois contam como apoio do prefeito Carlos Roberto da Costa, o “Nezinho”. Os tucanos ainda contam com a adesão de dois partidos: PP e PMDB.

Durante a convenção, Nezinho afirmou que Aparecida e “Chico Monteiro” foram apontados como sendo os melhores nomes para o momento, e teriam sido escolhidos através de critérios políticos e técnicos. “Nossa coligação agrega outros excelentes nomes aos cargos, porém, é chegada a hora de dona Aparecida e Chico ter a oportunidade a administração municipal. Foram aferidos por critérios e por opinião do povo”, destacou Nezinho, que promete empenho na campanha.

Consultor legislativo e ex-deputado estadual, Chico Monteiro disse se sentir honrado por fazer parte da chapa de sucessão à administração Nezinho, ainda mais estando ao lado de dona Aparecida. “Tudo que você fez Nezinho tem uma finalidade que foi para o bem do povo. Quanto estar ao lado de dona Aparecida, confesso me contagiar com a sua sensibilidade de mulher e de mãe dedicada que quer cuidar do filho e fazer tudo que puder do que seja melhor para ele, e assim também o fará para o povo de Livramento”.

Emocionada, a cabeça de chapa agradeceu as três agremiações partidárias e ao atual prefeito pela confiança em lança-la a disputa. “Obrigada Nezinho e aos demais companheiros da coligação. Deus não me concedeu o privilégio de aqui ter nascido, porém, tem me oportunizado a viver momentos inesquecíveis, como este agora em que estamos juntos. Independentemente de ser livramentense por adoção me identifiquei com os costumes deste lugar onde resido há décadas.”

A candidata ainda rebateu as acusações de que seu marido, o ex-prefeito Nereu Botelho, será quem vai ditar as regras na administração. “Quero dizer que embora respeito opiniões que as julgo como necessárias, mas deixo claro, que qualquer decisão final sobre da administração livrametense será minha. Ninguém falará por mim. Sou eu quem tomará a decisão de melhor convier aos interesses da população, em especial, aos mais simples e carentes de políticas públicas”, finalizou.

Com Assessoria

Comentários Facebook