Geral

Secretaria Nacional de Segurança Pública abre inscrições para 72 cursos à distância

Publicado em

Servidores da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) do Estado tem até o dia 1º de setembro para se inscrever nos 72 cursos a distância disponibilizados pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). 

Ao todo, são 180 mil vagas para todo o país, em cursos de 40 ou 60 horas/aula.

Entre os cursos, estão os de Análise Criminal, Busca e Apreensão, Bombeiro Educador, Crimes Ambientais, Mediação Comunitária, Policiamento Comunitário Escolar e Psicologia das Emergências.

O coordenador do EAD da Secretaria de Estado de Segurança Pública, tenente coronel PM Júlio Martins de Carvalho, lembrou que as vagas são limitadas e podem se esgotar antes do fim do período de inscrição.

“Os interessados devem procurar se inscrever o quanto antes. A busca pela capacitação faz bem à instituição, ao servidor e à sociedade”, ressaltou.

Mato Grosso é o estado brasileiro com o maior número de profissionais de Segurança Pública matriculados na Rede de Ensino a Distância.

VEJA TAMBÉM  Oito em cada 10 brasileiros se preocupam com mudanças climáticas

No ciclo anterior de cursos da Senasp, o Estado registrou 8.803 matrículas, número superior ao verificado em Goiás (8.619), Minas Gerais (7.666) e São Paulo (7.351).

Para Martins, o objetivo é continuar a ocupar os primeiros postos do ranking. “Vamos continuar ampliando o número de inscritos. Muitos procuram a capacitação para ascensão no cargo”, ressalta.

Outras informações podem ser obtidas acessando o endereço http://ead.senasp.gov.br ou pelo telefone 3613-8845, em horário comercial

Rede EAD Senasp

A rede EAD da Senasp foi criada pelo Governo Federal em 2005 e tem o objetivo de viabilizar acesso gratuito à educação continuada, integrada e qualificada aos profissionais da Segurança Pública.

As capacitações são oferecidas exclusivamente para profissionais da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros, Politec, Guarda Municipal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Sistema Prisional de todo o País. As matrículas são validadas após comprovação do vínculo funcional do profissional junto à instituição.

A realização dos cursos é resultado de acordos de cooperação federativa firmados entre o Ministério da Justiça e os governos estaduais e municipais.

VEJA TAMBÉM  Categorias confirmam greve unificada contra privatizações em SP

As aulas são disponibilizadas pela internet, permitindo que o aluno possa estudar o conteúdo em qualquer lugar e a qualquer hora. Os cursos são ofertados por ciclos – cada aluno pode fazer até dois cursos por ciclo.

O aluno tem a opção de estudar em casa ou em telecentros, equipados com computadores com acesso à internet e que permitem que os alunos acompanhem os conteúdos disponibilizados na plataforma de educação à distância.

Em Mato Grosso, os telecentros estão instalados em Cuiabá, Rondonópolis, Sinop, Primavera do Leste, Barra do Garças e Cáceres. Na Capital, funcionam no Comando geral da Polícia Militar, Escola de Formação de Soldados (Esfap) e na Academia da Polícia Civil.

Comentários Facebook
Continue Reading

GRANDE CUIABÁ

POLÍCIA

MATO GROSSO

ESPORTES

Mais Lidas da Semana