Secretário debate segurança pública com empresários de Rondonópolis

Lenine Martins/Sesp-MT

Em reunião com empresários de Rondonópolis (220 km de Cuiabá), o secretário de Segurança Pública, Rogers Jarbas, disse que a pasta vive um “momento histórico de retomada”. 

“A Segurança Pública sofreu dez anos de sucateamento em todos os níveis. O momento é de transformação dessa realidade, mas ainda resta muito trabalho a fazer”, disse o secretário.

O encontro foi realizado nesta sexta-feira (03.09), na sede da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis (ACIR).

Rogers citou ações realizadas na região, tais como a intensificação da Bairro Seguro, modalidade de operação integrada contra crimes como roubos, furtos e homicídios.

“Não basta termos apenas equipamentos e efetivo em quantidade. É preciso que o emprego destes recursos, que ainda são insuficientes, seja feito de forma precisa, com base em critérios técnicos”, explicou.

Segundo ele, o grande diferencial da nova modalidade de atuação é o diálogo constante com a população. “Um de nossos pilares é a regionalização. Neste sentido, ouvir a comunidade, as lideranças, os empresários, é fundamental”.

Questionado sobre a distribuição das 200 novas viaturas no padrão SUV, contratadas recentemente pela Sesp, o secretário disse que 30 unidades serão encaminhadas ao município.

“O investimento em Segurança Pública hoje é muito forte. O governador Pedro Taques colocou esta área como prioridade e tem demonstrado isso na prática”, afirmou.

Ao final do encontro, o presidente da ACIR, José Luiz Gonçales Ferreira, avaliou como positiva a participação do secretário no debate promovido pela entidade, que tem cerca de 1.600 associados.

“É muito importante o secretário visitar in loco e conhecer as demandas e necessidades, ver o que pode ser melhorado. Tenho certeza de que vamos ver o resultado disso nos próximos meses”, afirmou.

Garra

Rondonópolis será o primeiro município do interior a receber uma unidade do Garra (Grupo Armado de Resposta Rápida), a nova unidade especializada da PJC.

De acordo com o delegado regional Claudinei Lopes, uma equipe de oito investigadores está em fase de preparação, com treinamentos tático e físico.

A unidade irá dar suporte a uma área que abrange 19 delegacias em 15 municípios, com foco no combate aos crimes de roubo, homicídio e tráfico de drogas. “Será um grande reforço para a região”, disse Lopes.

Comentários Facebook