Secretários visitam a Politec em busca de soluções para o IML

O secretário de Estado de Gestão, Julio Modesto, e o secretário executivo de Segurança Pública, Luiz Gustavo Tarraf Caran, reuniram-se com a diretoria da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) na manhã desta segunda-feira (29). 

Durante a visita, foram tratadas questões referentes ao quadro de pessoal da instituição, e conhecidas as instalações e o funcionamento das Diretorias Metropolitanas de Identificação Técnica, Criminalística, Laboratório Forense e Medicina Legal.

Na ocasião, o Diretor Geral da Politec, Reginaldo Rossi do Carmo, apresentou a situação atual do quadro deficitário de pessoal no Instituto Médico Legal, nos cargos de técnicos em necropsia e papiloscopistas, e a necessidade de realização de concurso público para as áreas.

Conforme o secretário executivo de Segurança Pública, a reunião busca encontrar uma solução conjunta frente às demandas e necessidades da instituição. “Estudos de impacto orçamentário já foram feitos no sentido de possibilitar a contratação temporária e estamos analisando junto à Diretoria Geral e à Secretaria de Gestão a disponibilidade de vagas e a sua viabilidade??, disse.

O objetivo é que a duração dos contratos temporários de profissionais técnicos em necropsia seja, até a nomeação dos servidores, aprovados em concurso público. “Se conseguirmos a contratação, trabalharemos com mais fôlego para então buscarmos solucionar a causa do problema, que seria a realização de concurso público??, justificou Reginaldo.

Em seguida, o perito criminal, Carlo Ralph de Musis apresentou o Mapa Estratégico da Politec que abrange os produtos e serviços prestados pela instituição sob os eixos de Inovação e Qualidade, Gestão e Reconhecimento. O mapa demonstra os processos e investimentos necessários para a efetividade dos serviços, construída através excelência profissional.

O secretário Julio Modesto ressaltou o caráter científico da Politec na produção de laudos periciais em diferentes áreas do conhecimento, além da importância da utilização de Banco de Dados nas áreas de identificação criminal que são aplicadas no fornecimento de informações à Segurança Pública do Estado, e a produção da carteira de identidade.¿

A reunião foi acompanhada pelos diretores da Politec e assessores da Secretaria de Estado de Gestão.

Comentários Facebook