Segunda etapa da obra de drenagem no Vila Guimarães é finalizada

A Prefeitura de Cuiabá segue trabalhando na construção do sistema de drenagem na Rua Alexandre de Barros, situada no bairro Vila Guimarães. Iniciado há cerca de um mês, o serviço está sendo coordenado pela Secretaria Municipal de Obras Públicas e compreende uma extensão de aproximadamente 400 metros. Divido em três etapas, a fim de causar o menor transtorno possível aos moradores, a obra teve seu segundo trecho finalizado nesta quinta-feira (06).

A intervenção do Município no local faz parte da meta de trabalho preventivo que tem sido realizado ao longo da cidade. No caso do Vila Guimarães, a medida deve diminuir, por exemplo, as possibilidades de alagamento em períodos de chuvas intensas. Isso porque, em toda a estrutura, a Secretaria optou por utilizar como materiais de canalização, tubos de concreto de 400 milímetros, o que facilitará o escoamento eficiente da água, evitando seu acúmulo acima do nível aceitável na superfície.

“Esse é um tipo de trabalho que estamos estendendo para diversos bairros da cidade. A demanda do Vila Guimarães está entre as que foram identificadas pela nossa equipe de monitoramento. A partir do mapeamento e levantamento do que precisava ser feito na localidade, demos início à obra e optamos por dividir em três partes. A construção de drenagem é uma obra que muitas vezes passa despercebido aos olhos da população, mas sua existência é de extrema importância para o bom andamento da cidade, principalmente durante a temporada de chuva”, explica o secretário, Vanderlúcio Rodrigues.

Todo o processo de edificação do sistema conta com o empenho de pelo menos dez operários, o auxílio de uma retroescavadeira e um caminhão caçamba. Com o aval da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB) em Cuiabá, a ideia é que o prolongamento da rede de drenagem passe por dentro de uma área da instituição e siga por um terreno de um morador da região, que também autorizou a execução do trabalho. A partir desse procedimento, a rede de drenagem terminará próxima a margem do Rio Coxipó, onde a água pluvial será lançada.  

“Nesta quinta-feira finalizamos a segunda etapa e, agora, iremos resolver as questões de licenciamento ambiental, pois existe uma nascente na área em que trabalharemos e precisamos tomar todo cuidado para preservá-la. Vale destacar a colaboração que estamos tendo dos moradores, que entenderam a necessidade de atuarmos nessa situação. Alguns imóveis estão instalados na parte mais baixa do bairro e, em época de chuva intensa, isso gerava problemas”, pontua Vanderlúcio.

Comentários Facebook