Serviço de Atendimento Especializado-SAE tem alterações no atendimento devido à pandemia do coronavírus

.

A Secretaria Municipal de Saúde informa a alteração no funcionamento do Serviço de Atendimento Especializado-SAE/IST/HIV/AIDS/HEPATITES VIRAIS devido à pandemia do coronavírus, que assola o mundo inteiro. A mudança na forma de atendimento leva em consideração as orientações emitidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), pelo Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis (DCCI), pela Secretaria Estadual de Saúde e pela Prefeitura de Cuiabá.

De acordo com Kamylla Reis, coordenadora do SAE, a farmácia segue com a dispensação de medicamentos para tratamento de Pessoas Vivendo com HIV (PVHIV), Profilaxia Pré-Exposição ao HIV (PrEP),  Profilaxia Pós-Exposição ao HIV (PEP) e para Infecções Oportunistas (IO). Entretanto, o usuário deverá agendar a retirada do medicamento pelo contato do aplicativo Whatsapp da unidade. O número é (65) 98142-2797. “Neste número os pacientes poderão fazer o agendamento da retirada de medicamento junto à equipe farmacêutica da unidade, assim como esclarecer dúvidas sobre o uso correto dos medicamentos Antirretrovirais e possíveis problemas relacionados deles, buscando agilizar o atendimento e reduzir a aglomeração de pessoas na unidade”, explica a coordenadora.

Kamylla revela ainda que o agendamento prioritário para retirada de medicamentos será para usuários que estiverem em posse de medicamento para dez dias de tratamento ou menos, sendo os usuários em posse de medicamentos para maior período de tratamento agendados para datas posteriores, visando otimizar o controle de estoque de medicamentos em benefício todos os usuários.

Os usuários idosos (acima de 60 anos), gestantes e Portadores de Necessidades Especiais (PNE) tem prioridade no atendimento presencial, porém recomenda-se que idosos e gestantes indiquem um representante fora do grupo de risco de infecção ao COVID-19 para retirada da medicação, para assim evitar a sua exposição. “O agendamento prévio agilizará as atividades operacionais relacionadas à gestão logística dos medicamentos. Esta medida visa evitar filas e aglomerações, garantir a ordem pública e o uso racional de medicamentos, prezando a entrega do medicamento certo, na dose correta, para tempo suficiente e em momento oportuno para cada usuário”, explica.

A coordenadora enfatiza que não serão antecipadas as entregas de medicamentos para a população em geral, em virtude da pandemia do COVID-19, apenas para os casos supracitados (idosos e pessoas com medicamento para 10 dias ou menos). “Ressaltamos que todos os usuários receberão o devido cuidado em momento oportuno, respeitando a necessidade do mesmo e a logística da assistência farmacêutica, sendo os medicamentos dispensados para até 90 dias aos usuários que estão com seus medicamentos acabando no mês vigente (março) e início do mês seguinte (abril), conforme orientação do DCCI”, comenta.

Em relação às consultas e procedimentos, Kamylla diz que os agendamentos, consultas e procedimentos eletivos estão suspensos, e que serão atendidos apenas casos específicos durante este período. “Está mantido atendimento apenas para abertura de prontuário de casos novos de HIV ou outras situações que necessitem de consulta médica, avaliado pela equipe multiprofissional, procedimentos de IST que demandem atendimento extraordinário, também avaliado pela equipe multiprofissional, Profilaxia Pós-Exposição ao HIV e coleta de exames laboratoriais, previamente agendadas, para evitar aglomerações”, finaliza.

 

 

 

Comentários Facebook