Servidores comissionados também podem aderir ao Mato Grosso Saúde

Os servidores exclusivamente comissionados também podem fazer parte do Mato Grosso Saúde e usufrui de toda a cobertura médica oferecida pelo Plano. A Lei Complementar Nº 127, de 11 de junho de 2003, prevê que servidores que ocupam cargo comissionado ou temporário possam aderir ao Plano e também incluir seus familiares como cônjuge, filhos e agregados.

A Lei Complementar ainda prevê que esses servidores podem permanecer no Plano se deixarem de ocupar cargo no Estado, cabendo manifestar interesse em permanecer no Mato Grosso Saúde em um prazo de até 30 dias após a perda do vínculo funcional.

Para a presidente do Instituto de Assistência à Saúde do Servidor do Estado, Misma Thalita dos Anjos, a inserção deste profissional como parte integrante do Plano é importante para que a autarquia cumpra seu objetivo, que é o de cuidar da saúde dos servidores.

“O Mato Grosso Saúde está cada vez mais completo para cuidar da saúde do servidor do Estado e da sua família, e estamos aqui para prestar uma assistência de saúde a um preço baixo e com ótimo custo-benefício a todos os servidores, inclusive aos que ocupam cargo exclusivamente comissionado”, ressalta.

Misma Thalita ainda afirma que o Mato Grosso Saúde soma mais de 435 prestadores conveniados. “Contamos com uma ótima variedade de especialidades médicas que vão desde ginecologistas a neurologistas, hospitais de referência na capital, além de excelentes laboratórios de análises clínicas e de imagem”.

Adesão

Os servidores interessados poderão realizar a adesão ao Plano pelo site www.matogrossosaude.mt.gov.br, anexar todos os documentos exigidos ou comparecer à sede do Mato Grosso Saúde munido com as cópias do RG, CPF e comprovante de residência.

Comentários Facebook