Sesc desiste de nomear escola no Piauí como “Jair Bolsonaro” após repercussão

Inauguração do Sesc no Piauí arrow-options
Alan Santos/PR

Sesc desiste de usar nome de Bolsonaro em escola mesmo após presidente participar de inauguração no Piauí


O Serviço Social do Comércio (Sesc) do Piauí desistiu de nomear sua mais nova escola inaugurada nesta quarta-feira (14) como “Jair Messias Bolsonaro”. O presidente esteve presente na inauguração e posou ao lado do prefeito de Parnaíba (PI), Mão Santa (PSC), afirmando que se sentia emocionado com a homenagem. Rumores de que poderia ser um crime utilizar o nome do presidente, porém, fez com que a entidade voltasse atrás.

Leia também: Bolsonaro vai cometer crime ao inaugurar obra que leva o seu nome

A Lei 6554/77  diz que é proibido de inaugurar qualquer obra pública com o nome de pessoas vivas. Como Bolsonaro esteve presente no evento, o Sesc achou, por bem, trocar a nomenclatura do local, que temporariamente vai se chamar Escola Militar do Sesc.

Bolsonaro disse que vai avaliar com a assessoria jurídica do Planalto se realmente existe alguma lei que o proíbe de inaugurar a escola com seu nome.

Comentários Facebook