Sinfra anuncia projeto para restauração asfáltica do Distrito Industrial antigo de Rondonópolis


Deputado recebe a secretária de Infraestrutura de Rondonópolis

Foto: SAMANTHA DOS ANJOS FARIAS

Após encontro com o prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio (SD), no início do mês, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) recebeu a secretária municipal de Infraestrutura, Claudine Logrado Fanaia, na última terça-feira (16), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), para discutir as iniciativas da gestão municipal na área de infraestrutura. Dentre os assuntos abordados,  estão os distritos industriais, a urbanização e a construção de rotatória na avenida Rio Branco, no bairro Mathias Neves.

Atualmente, o município possui quatro distritos industriais denominados de Augusto Bortoli Razia, Vila Operária, Vetorasso e o Rondonópolis, que é o mais antigo. Um aspecto importante destes polos é que eles favorecem a economia e o desenvolvimento social do município, principalmente devido à geração de emprego e renda, produtos e serviços para atender à população.

Distritos – A secretária informou que desde agosto do ano passado, três distritos que nunca tinham recebido asfalto estão em fase de execução das obras de pavimentação com previsão para a finalização no segundo semestre deste ano. O contrato inicial era de R$ 24 milhões, devido a novos aditivos para asfaltar outras vias, o custo para a gestão municipal passou a ser de R$ 30 milhões.

“O contrato firmado foi de um ano. A parte de drenagem está toda pronta, que é o mais demorado. A pavimentação do distrito Razia foi todo, pois ele é menor. Primeiro foi a avenida principal e depois teve novos aditivos para as ruas transversais. O Vetorasso foi só na Avenida dos Transportes, que é muito grande e teve um custo de R$ 10 milhões. Já a Vila Operária foi a avenida principal”, detalha Claudine, que disse que o orçamento também conta com a realização de meio-fio, sarjeta e calçada. 

Projeto – O Distrito Industrial Rondonópolis foi criado em novembro de 2003, sendo que a área ocupada foi doada pelo Poder Executivo estadual para o município. Por ser o mais antigo dos distritos, o asfalto está bastante danificado, o que dificulta a trafegabilidade de veículos. De acordo com a secretária, já está em andamento o projeto para refazer a rua principal, que fica na entrada, e a transversal, que passa em frente da ADM Brasil. “Ainda não sei se a verba utilizada será de recurso próprio ou se vai ser pleiteado. O projeto em duas a três semanas vai estar pronto. Já está na programação e vamos mandar para frente”, anuncia.

Ela explica que, infelizmente, não tem como a prefeitura municipal asfaltar todas as vias dos distritos, pois chegaria a ter um gasto em torno de R$ 70 milhões. “O prefeito não consegue fazer todas as obras necessárias nos distritos ao mesmo tempo. É bem pesado fazer tudo de uma vez. Foram priorizados aqueles que estavam só terra. Este do distrito industrial antigo não tinha feito nada, pois as ruas eram asfaltadas, mas bem desgastadas. Ali não tem como ser apenas tapa-buraco, a gente tem que retirar o asfalto e fazer uma nova base”, explica Logrado.

Ela diz que, no ano passado, o prefeito pediu para fazer a recuperação deste distrito, mas quando os engenheiros foram fazer o levantamento, apontaram que a base estava bem desgastada. A recuperação seria de R$ 6 milhões. Agora para refazer o asfalto pode ficar cerca de R$ 12 milhões. “O asfalto do Distrito Industrial antigo fica quatro vezes mais caro que um asfalto comum da cidade”, esclarece Claudine.

Urbanização – Rondonópolis já tem 95% da cidade asfaltada, informa a secretária, que acrescenta que a população já pede a realização da parte urbanística. “Teve algumas urbanizações pontuais, as pessoas viram que aquilo ficou legal e pedem para que a gente faça mais. Estamos pensando em urbanizar as avenidas grandes, que estão sendo bastante utilizadas para caminhada e com ciclovia”, explica.

A Avenida dos Estudantes, Avenida W11 e a rua Palestina no Parque Universitário são os três locais que Claudine comenta sobre a pretensão de fazer a urbanização. “O prefeito bate muito na tecla para aumentar a qualidade de vida e da educação, a urbanização contribui bastante com isso”, ressalva.

“O encontro com a secretária Claudine foi bastante produtivo. E o que estiver ao meu alcance quero contribuir com o desenvolvimento de Rondonópolis e proporcionar melhorias para os moradores. Já me comprometi em contribuir com uma emenda parlamentar para a urbanização da Avenida dos Estudantes e vamos unindo as forças políticas para o progresso deste importante município”, diz Claudinei.

Rotatória – Com o grande movimento de veículos e aumento de acidentes na Avenida Rio Branco, no bairro Mathias Neves, o deputado Claudinei havia levado essa preocupação ao prefeito municipal. “O prefeito já nos solicitou para fazer o projeto para entregar para ele. Está em nossa programação, vamos fazer o levantamento topográfico. Até o mês que vem, vamos encaminhar o projeto, temos uma equipe muito grande”, informa a secretária.

No início deste mês, Claudinei discutiu sobre essa necessidade para o secretário de Infraestrutura de Mato Grosso (Sinfra), Marcelo Padeiro, que orientou a importância do prefeito de Rondonópolis realizar a solicitação e protocolar na sede da Sinfra. Também ressaltou que é só a gestão municipal apresentar o projeto do trevo, enviar para a pasta e, em caso positivo, será feito o repasse financeiro para a execução da obra.

Essa demanda foi apresentada pelo deputado para a Sinfra, por meio da indicação n.° 68/2021, para a construção da rotatória no cruzamento entre as avenidas Rio Contorno Sul e Rio Branco.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook