Surfe, esgrima e mais: os esportes que ganharam protagonismo do Brasil

O futebol, vôlei, ginástica olímpica, natação, entre outros esportes, sempre rendem uma medalha para o Brasil tanto em Olimpíadas quanto em outras competições, mas ao longo dos últimos anos, os brasileiros foram se empolgando com a ascensão de outros esportes, o que pode significar uma boa perspectiva para um futuro próximo, independente do torneio.

Leia também: Gabriel Medina tenta falar “Außergewöhnlich” em vídeo bem-humorado da Audi

medina arrow-options
WSL / DIVULGAÇÃO

Gabriel Medina foi campão mundial de surf pela primeira vez


O surfe é um bom exemplo disso. Em 2014, o Brasil conseguiu o título mundial pela primeira vez com Gabriel Medina, e os anos seguintes foram ainda mais animadores: o surfista conquistou o bicampeonato em 2018 e Mineirinho foi campeão em 2015.

Mas nós temos alguns outros esportes em ascensão e prometem nos dar muitas alegrias:

Surfe

Gabriel Medina arrow-options
@WSL / Matt Dunbar

Gabriel Medina teve a maior nota do dia no Quiksilver Pro Gold Coast, na Austrália, abertura do Mundial de Surfe 2019


Já faz um tempo que o surfe brasileiro vem crescendo por aqui, principalmente depois de 2014, quando Gabriel Medina foi campeão de mundial. O feito marcou o primeiro título para o Brasil. No ano seguinte, Mineirinho garantiu o segundo título mundial e no passado Medina foi bicampeão.

Leia também: Brasileira faz história e conquista mundial de esgrima na Hungria

Esgrima

esgrima arrow-options
Twitter/Reprodução

Brasileiros também podem sonhar com o esgrima


O esgrima brasileiro no Pan não teve sua melhor participação na história, mas em julho, Nathalie Moellhausen, nascida na Itália e naturalizada brasileiro, conquistou uma medalha histórica no mundial da modalidade, o que acabou mudando o patamar do esporte para os brasileiros e nos enche de esperança para uma medalha nas Olimpíadas do ano que vem

Canoagem

ccanoagem arrow-options
Divulgação

Isaquias Queiroz é o grande nome da canoagem no Brasil


Canoagem, que nunca foi um esporte popular no Brasil, ganhou a atenção dos brasileiros durante as Olimpíadas do Rio, em 2016, quando Isaquias Queiroz conquistou três medalhas: bronze, prata e ouro.  Desde então, tanto o atleta quanto a modalidade passaram a ser mais vistos pelo público.

Tênis de Mesa

tenis de mesa arrow-options
Abelardo Mendes Jr/rededoesporte.gov.br

Hugo Calderano estará nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020


No tênis de mesa, sempre dominado por asiáticos, Hugo Calderano vem conseguindo ficar no meio dessa panela. O atleta foi o primeiro brasileiro a se tornar campeão alemão no esporte. O atleta conquistou dois ouros no Pan-Americano e está garantido nas Olimpíadas de Tóquio em 2020, mais uma chance para o Brasil.

Leia também: Calderano segue como melhor atleta das Américas em ranking do tênis de mesa

Rugby

rugby arrow-options
Reprodução/Instagram

Rugby brasileiro conquistou resultado inédito


Os fãs de Rugby ficaram entusiasmados ao ver o Brasil vencer a Argentina, uma grande potência no esporte, no ano passado, em um feito inédito. A vitória veio com emoção: a seleção terminou o primeiro tempo perdendo por 33 a 3, mas conseguiu uma brilhante virada na segunda etapa da partida. “Não é apenas o resultado mais importante do rugby do Brasil, mas, talvez, esteja entre os mais importantes resultados do rugby mundial”, disse o capitão da equipe na época.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook