TCE se engaja à Campanha de Prevenção ao Suicídio no Setembro Amarelo

Neste mês o TCE-MT fortalece com o apoio do presidente conselheiros e servidores da instituição Campanha Nacional de prevenção do suícidio

   CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR A DECLARAÇÃO DO PRESIDENTE

Solidariedade, respeito e compaixão são alguns dos valores que o Tribunal de Contas de Mato Grosso busca destacar com a Campanha de Prevenção ao Suicídio “Doe afeto, compartilhe laços”. Na manhã desta terça-feira (10/9), data mundialmente conhecida pela sensibilização ao tema, o presidente do TCE, Gonçalo Domingos de Campos Neto, fez pronunciamento na abertura da Sessão Plenária quando convidou a todos os presentes, membros, servidores e visitantes, a utilizarem o laço amarelo que é o símbolo da campanha promovida por instituições como a Organização Mundial da Saúde (entidade da ONU) e, no Brasil, pela Associação Brasileira de Psiquiatria e o Centro de Valorização da Vida (CVV).

Acreditamos que por meio do fortalecimento de valores como solidariedade, respeito e compaixão entre as pessoas estamos contribuindo para a sensibilização sobre o tema”
 

Gonçalo Domingos de Campos Neto
CONSELHEIRO PRESIDENTE 

“Sabemos que o Brasil é o oitavo país com mais episódios de suicídio, sendo registrada uma ocorrência a cada 45 minutos. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, são 805 mil casos por ano em todo mundo e o suicídio é a principal causa de morte entre jovens de 25 a 34 anos”, alertou Domingo Neto que, além do laço amarelo, fez questão de utilizar gravata amarela em alusão à Campanha.

Diante da relevância do assunto, o presidente do TCE, aproveitou a oportunidade para lançar, no âmbito do TCE de Mato Grosso, a Campanha “Doe afeto, compartilhe laços”, “pois acreditamos que por meio do fortalecimento de valores como solidariedade, respeito e compaixão entre as pessoas estamos contribuindo para a sensibilização sobre o tema”, afirmou. A data 10 de setembro marca o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio e trata de uma data de conscientização para tema delicado e de grande importância.

Fonte: TCE MT
Comentários Facebook