UFSCar desenvolve teste rápido de covid-19 com base na saliva


source
 Dispositivo portátil desenvolvido na UFSCar tem a mesma precisão do exame de RT-PCR
UFSCar/Divulgação

Dispositivo portátil desenvolvido na UFSCar tem a mesma precisão do exame de RT-PCR

Pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) desenvolveram um novo teste para detecção da  covid-19 que detecta a presença do vírus por meio da saliva. O novo teste indicaria também a carga viral da pessoa infectada.

Em contato com a amostra do paciente, o dispositivo portátil emite uma luz vermelha em caso de resultado positivo. A intensidade da luz é proporcional à carga viral da amostra. Se o aparelho não acender, a pessoa não está infectada.

O equipamento pode ser acoplado a um smartphone, permitindo que qualquer pessoa faça a testagem. O projeto teve apoio da FAPESP, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

“O teste tem as vantagens de ser portátil, conseguir analisar 20 amostras ao mesmo tempo e poder se conectar a um smartphone. Tudo com a mesma sensibilidade e precisão dos testes de RT-PCR”, diz à Agência FAPESP Ronaldo Censi Faria, pesquisador do Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia da UFSCar e coordenador do projeto.

Para Faria, “quanto maior a variedade de testes de baixo custo capazes de detectar com precisão o novo coronavírus, melhor. Cada modelo se adapta a uma situação: lugares remotos, centros de análises clínicas ou uso individual”.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook