Ulysses Moraes indica suspensão de fogos de artifício com efeitos sonoros em eventos oficiais do governo

Foto: Ronaldo Mazza

O deputado estadual Ulysses Moraes utilizou a tribuna do Parlamento para indicar ao governo a suspensão da soltura de fogos de artifício com efeitos sonoros nos eventos oficiais realizados pela administração pública de forma direta ou indireta, em todo território mato-grossense.

Na indicação, o parlamentar salienta que é de amplo conhecimento social que a queima de fogos de artifício com ruído pode causar danos irreversíveis aos animais, especialmente aos que possuem sensibilidade auditiva, acarretando danos também em outras espécies.

“A suspensão da utilização de fogos de artifício com efeitos sonoros não irá beneficiar somente os animais, mas a sociedade e os ambientes. Nos demais estados são utilizados fogos sem efeitos sonoros diminuindo o impacto na saúde social, como danos atmosféricos”, esclarece Ulysses.

Além da perda auditiva em animais, os ruídos provocam inúmeros malefícios, como: ataques cardíacos, estresse, ansiedade, agressividade, ações involuntárias e o desaparecimento dos animais que fogem sem orientação, sendo até mesmo atropelados.

Apesar de a preocupação primária ser com os prejuízos sonoros, a utilização dos fogos pode acarretar no mutilação de membros, incômodo de pessoas em leitos de hospitais e incômodo principalmente para as pessoas com transtorno de autismo, afetando o sistema nervoso. A poluição atmosférica também é consequência, pois ocorre a intensa contaminação do ar em um curto prazo, chamando atenção para uma discussão completa do seu uso e não apenas dos que produzem barulho.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook