Ulysses Moraes realiza fiscalização em escola estadual na Colônia Russa em Primavera do Leste


Foto: Fernanda Trindade

O deputado Ulysses Moraes realizou na última quarta-feira (17), uma fiscalização na Escola Estadual Rural Massapé, localizada na Colônia Russa, em Primavera do Leste. O parlamentar recebeu essa demanda dos moradores do local e detectou várias precariedades na unidade escolar, bem como pedidos da comunidade para que a escola mantenha as tradições russas.

“A situação por lá está bem precária. Na fiscalização, vimos janelas e telhados quebrados, forros que cederam devido à chuva, problemas elétricos, ar-condicionado que não funciona e a estrutura em si precisa de uma boa reforma. Realmente é uma escola que necessita de mais atenção”, afirmou Moraes.

A escola se localiza a cerca de 30 quilômetros do município de Primavera do Leste e existe há mais de 20 anos. De acordo com as representantes da Colônia, mais de 60% dos alunos dessa unidade escolar são de descendência russa, por isso umas das reivindicações da comunidade é que a escola tenha um regimento específico que atenda às tradições russas.

“Trata-se de uma comunidade que tem suas tradições e por isso precisam de uma atenção especial, principalmente para manter viva essa cultura. Por isso, vamos trabalhar para que eles tenham suas especificidades atendidas”, destacou o parlamentar.

A unidade escolar possui ainda uma sala voltada à educação infantil, que é de responsabilidade do município. Por isso, na manhã desta quinta-feira (18), o deputado já esteve em reunião com a secretária de educação de Primavera do Leste para saber como o município poderia ajudar nessa questão.

“Agora, vamos encaminhar um requerimento de informações à Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso questionando sobre essas necessidades da comunidade. Precisamos saber como as tradições desta Colônia Russa podem ser mantidas na escola. E além disso, vamos abordar sobre a necessidade de uma reforma nessa unidade escolar. A estrutura está muito ruim e isso não pode continuar assim. Vamos aguardar uma resposta e continuar cobrando por soluções”, finalizou Moraes. 

Fonte: ALMT

Comentários Facebook