Unemat oferecerá mestrado profissional em Ensino de Biologia em 2017

A Universidade do Estado de Mato Grosso oferecerá a partir de 2017 o Mestrado Profissional em Ensino de Biologia. O resultado da proposta foi divulgado nesta quarta-feira (07.12) pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Com essa aprovação a Unemat passa a ofertar 11 mestrados institucionais e cinco mestrados profissionais.

O ProfBio será ministrado no câmpus de Tangará da Serra, com ingresso no primeiro semestre de 2017. Ao todo serão oferecidas 15 vagas para formação de professores da Educação Básica, na Instituição. A Unemat foi uma das 18 instituições selecionadas para a partir de 2017 junto com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) ? que é a coordenadora do mestrado, integrar a rede de formação que é financiada pela Capes. Em todo o país o Mestrado Profissional em Ensino de Biologia ofertará 446 vagas em 18 núcleos.

O pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação da Unemat, professor Rodrigo Zanin, comemorou o resultado e lembra que o esforço da Instituição em qualificar os professores resultam em maior número de pesquisas financiadas e também em mais programas de pós-graduação aprovados. “Uma característica importante é que todos os professores credenciados a atuarem no núcleo do ProfBio em Tangará da Serra são do próprio câmpus o que mostra que temos um quadro de professores altamente capacitado e preparado”, diz.

A reitora da Unemat, professora Ana Di Renzo, lembrou que os mestrados em rede que visam a formação de professores, como o ProfBio são importantes para que também no ensino fundamental e médio tenhamos professores cada vez mais capacitados. “Hoje a Unemat já oferta diversos mestrados acadêmicos e também profissionais e temos como meta continuar contribuindo para que o nosso Estado se desenvolva científica e humanamente”, afirma.

O ProfBio tem como objetivo proporcionar ao mestrando a oportunidade de revisão e aprofundamento no conhecimento de conceitos de Biologia, garantindo o atendimento aos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) do Ensino Médio e às necessidades especificas de formação que resultam das diferenças nos seus percursos individuais e/ou das particularidades regionais, visando aperfeiçoamento do trabalho do professor na sala de aula. 

O mestrado profissional na Instituição será coordenado pelo professor Josué Ribeiro da Silva Nunes. Além da Unemat e da UFMG, que coordena o ProfBio, outras 16 universidades também oferecerão turmas em 2017. São elas: Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Universidade de Brasília (UnB), Universidade Estadual do Ceará (UECE), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal do Paraná (UFPR), Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Universidade Federal de Juiz De Fora (UFJF), Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Universidade Federal da Paraiba (UFPB), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Universidade Estadual do Piaui (Uespi) e Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF? Governador Valadares). 

A Unemat já oferece os mestrados profissionais de Letras, nos câmpus de Cáceres e Sinop, Matemática no câmpus de Sinop, História no câmpus de Cáceres e agora o ProfBio em Tangará da Serra. Para mais informações o email é [email protected] O resultado da Capes sobre a aprovação da Unemat para integrar a rede pode ser acessado em: http://www.capes.gov.br/avaliacao/entrada-no-snpg-propostas/mestrado-profissional/resultados

Comentários Facebook