Veja como será o futuro das picapes para a Tesla

source

Agora parece ser definitivo: a Tesla acaba de anunciar para o final do ano o início da fabricação da Cybertruck, sua polêmica picape elétrica. O próprio Elon Musk, dono da empresa, foi fotografado na Califórnia testando um modelo, que vai ser estrela de um dos episódios do “Jay Leno’s Garage”, série da TV americana, apresentada por Jay Leno dedicada à paixão dele por automóveis.

LEIA MAIS: Volkswagen quer superar Tesla no segmento dos carros elétricos

Cybertruck arrow-options
Divulgação

A Cybertruck teve um reação polarizada em relação a sua aparência futurística, mas já acumula 146 mil pedidos

Essa é mais uma ação de marketing da montadora que apresentou com grande alarde a futurística picape no final de 2019. A reação sobre a aparência do veículo foi polarizada nas redes sociais – estranha para uns, descolada para outros. A Tesla divulgou também um vídeo com um comparativo da Cybertruck com a picape Ford F.150, líder mundial no segmento. Discutível – entenda o porquê mais abaixo.

LEIA MAIS: Ford terá novos carros eletrificados no Brasil; Kuga híbrido pode ser o primeiro

Com o nome e visual típico de um filme retrofuturístico, a Cybertruck foi criada para unir resistência e rapidez, de acordo com a montadora. Será produzida em aço inoxidável ultrarresistente e à prova de bala. Ou seja, o mesmo tipo de aço utilizado em foguetes da SpaceX, empresa de viagens espaciais também comandada por Musk. Outro diferencial são os vidros resistentes a grandes impactos.

Cybertruck arrow-options
Divulgação

O CEO da Tesla, Elon Musk, foi fotografado na Califórnia testando um modelo, que vai ser estrela da série americana Jay Leno’s Garage”

Com versões de um, dois ou três motores elétricos, a Cybertruck poderá ter tração traseira ou integral. A aceleração irá de 0 a 96 km/h em 2,9 segundos. Na versão completa, com três motores, a autonomia é de 800 km, com velocidade máxima de 209 km/h. O veículo possui suspensão a ar e capacidade de reboque de 3.400 kg a 6.350 kg (a depender da versão).

Os valores iniciais são de US$ 39.900 (para o monomotor), US$ 49.900 (bimotor) e US$ 69.900 (três motores). De acordo com a Tesla, a picape já tem 146 mil pedidos: 17% são pela versão com tração traseira e motor único, 41% são pela versão com tração integral e três motores, enquanto 42% são pela configuração de tração integral e motor duplo.

Cybertruck vs F150

Uma das formas que Elon Musk encontrou para mostrar a superioridade da sua picape foi numa comparação em vídeo com a Ford F-150. Neste embate, obviamente organizado pela Tesla, a Cybertruck teve total domínio. Afinal, o comparativo levou em conta o arranque e a resistência da lataria e dos vidros. Não tinha como a Tesla não levar a melhor.

Em um cabo de guerra, as duas picapes foram unidas e simplesmente arrancaram. Uma para cada lado. Não houve qualquer resistência da F-150, que foi arrastada. A Ford não gostou e quer agora uma desforra. Está em dúvida o fato de a picape da Ford ter apenas tração traseira e a Cybertruck ter dois motores e tração integral.

Vamos acompanhar os próximos eventos, mas uma coisa não se pode negar. A Cybertruck quer revolucionar o segmento de picapes formado por tradicionais e pesados modelos que gastam muito combustível fóssil.

LEIA MAIS: Veja 10 carros elétricos que podem vir ao Brasil a partir de 2020

Em uma conversa com investidores, Elon Musk disse que o Cybertruck, a nova caminhonete elétrica será “melhor do que as pessoas imaginam”.

Fonte: IG CARROS
Comentários Facebook