VW  Taos vai bem em teste de colisão, ao contrário da dupla Fiat Argo e Cronos


source


VW Taos ganha nota máxima de 5 estrelas em teste de segurança no Latin NCAP, que adotou novos critérios
Divulgação

VW Taos ganha nota máxima de 5 estrelas em teste de segurança no Latin NCAP, que adotou novos critérios

De acordo com o último levantamento do Programa de Avaliação de Carros Novos para América Latina e o Caribe, Latin NCAP, o primeiro veículo a ganhar 5 estrelas sob o novo protocolo foi o SUV Volkswagen Taos.

Fabricado na Argentina e no México, VW Taos conta seis airbags e Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) como itens de série e graças a isso e a outros fatores que envolve a segurança.


Além desses, outros diversos fatores contribuíram para que o SUV da marca alemã atingisse 90,2% em Proteção de Ocupantes Adultos, 89,90% em Proteção de Ocupantes Infantis, 60,61% em Proteção de Pedestres e Usuários Vulneráveis das Estradas e 85,04% em Sistemas de Assistência à Segurança.

Falta de airbags laterais, além de problemas na estrutura foram citados na avaliação do Fiat Cronos, conforme o Latin NCAP
Divulgação

Falta de airbags laterais, além de problemas na estrutura foram citados na avaliação do Fiat Cronos, conforme o Latin NCAP

Em contrapartida, o Fiat Argo e Cronos com apenas dois airbags frontais e sem ESC padrão, ganhou zero estrela. Ambos atingiram 24,37% em Proteção de Ocupantes Adultos, 9,91% em Proteção de Ocupantes Crianças, 36,91% em Proteção de Pedestres e Usuários Vulneráveis das Estradas e 6,98% em Sistemas de Assistência à Segurança.

Leia Também

Tanto o representante da VW quanto os da Fiat foram submetidos a testes de impacto frontal, impacto lateral, impacto lateral, chicotada cervical (whiplash) e proteção de pedestres e no caso em especial do da VW, impacto lateral de poste, já que o modelo conta com airbags de proteção lateral e proteção lateral de cabeça como equipamento padrão.


Em nota oficial, a Stellantis informou apenas que todos os seus veículos cumprem as recomendações e normas homologatórias vigentes ligadas à segurança.

Por sua vez, o presidente do comitê de direção do Latin NCAP , Stephan Brodziak disse que “não fosse pelo Latin NCAP, não poderíamos ter conhecimento da baixa segurança que o Fiat Argo/Cronos oferece não só aos consumidores, mas também a todas as pessoas que circulam nas ruas. Chamamos a atenção para que a Fiat tenha carros mais seguros”, conclui o executivo.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook