Wancley propõe uso de asfalto enriquecido com borracha de pneus reciclados

Estrada/Placas (Foto: Karen Malagoli/ALMT)

Reduzir os custos com pavimentação e manutenção de rodovias e contribuir com a preservação ambiental são os principais benefícios defendidos pelo deputado Wancley Carvalho (PV), ao propor projeto de lei que obriga o uso de pneus descartados na conservação e construção de vias públicas.

 O Projeto de Lei 178/2015, que tramita na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, recebeu parecer favorável da Comissão de Trabalho e Administração Pública e foi aprovado em primeira votação em plenário.

O texto sugere que a pavimentação e recuperação das vias públicas, preferencialmente, deverão ser feitas usando massa asfáltica produzida com borracha de pneus inutilizados.

A prática de utilizar a borracha dos pneus no asfalto já vem ocorrendo há quase duas décadas,  desde que a patente que protegia a tecnologia venceu nos Estados Unidos. Desde então, diversas rodovias no país foram construídas ou restauradas com essa tecnologia.

Dep. Wancley (Foto: Marcos Lopes/ALMT)

Segundo o autor da proposta, a medida, se adotada, traz inúmeros benefícios para a população. “Pelo lado econômico, eliminamos o que é considerado lixo. Preservamos a saúde, ao acabar com um foco de criadouro do mosquito da dengue, sem contar no grande ganho ambiental que é a reciclagem desses pneus”, defendeu Wancley.

Além disso, pesquisas de universidades e órgãos públicos mostram que a incorporação de borracha de pneus usados ao cimento asfáltico traz benefícios como redução do envelhecimento, aumento da flexibilidade e mais resistência às variações de temperatura.

“Nos estados que aderiram à essa prática, os pneus são cortados em raspas e usados na composição do chamado asfalto ecológico ou asfalto borracha, que não perde em nada em relação aos demais modelos e ainda possui uma vida útil elevada. Essa lei é de extrema  importância econômica e ambiental para o estado de Mato Grosso”, finalizou o parlamentar.

Fonte: AL MT

Comentários Facebook