Weintraub provoca gestão Doria por não aderir escolas cívico-militares

source
Ministro da Educação Abraham Weintraub arrow-options
Carolina Antunes/PR – 29.5.19

Ministro da Educação Abraham Weintraub

O ministro da Educação Abraham Weintraub criticou indiretamente nesta segunda (17) a gestão do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), por não ter aderido ao programa de escolas cívico-militares. “Ele [cidadão paulista] gostaria muito que o filho estudasse em uma escola cívico-militar”, disse.

Leia também: Weintraub volta a cometer erro de português em post no twitter

“Por que a gente quer escola cívico-militar? Porque a gente quer o melhor para a nossa família. A gente fica discutindo um monte de coisa. Mas o que importa é que as crianças aprendam. Aprendam matemática, aprendam língua portuguesa”, afirmou Weintraub .

As escolas cívico-militares foram lançadas em setembro de 2019 pelo presidente Jair Bolsonaro. O programa é de adesão voluntária pelos estados e municípios.

Lançado por Bolsonaro em setembro do ano passado, o programa nacional das escolas cívico-militares é de adesão voluntária por estados e municípios. São Paulo é um dos 11 estados que rejeitou o projeto por, em um primeiro momento, não receber informações precisas sobre. Rio de Janeiro, Espírito Santo e outros 8 estados do Nordeste também não aderiram. Nos outros 14 estados brasileiros, há a previsão de investimento de R$ 54 milhões apenas em 2020 para a implementação do modelo escolar.

“Se você quer escola cívico-militar , você é de direita. E 80% das famílias do estado de SP são de direita, só que eles não sabem disso”, afirmou o ministro da Educação sem explicar qual seria a fonte do número sobre a quantidade de famílias de direita em São Paulo. Weintraub afirma que Bolsonaro foi eleito para despertar o Brasil sobre isso.

 O ministro afirma que seu desejo é que no futuro ele encontre seus filhos e netos com ofício e renda, “sem baile funk na rua deles, sem maconheiro na escola”. ” Bolsonaro representa isso”, defendeu.

Leia também:Cortes nas bolsas de pós-graduação do Capes foram maiores no Nordeste

A fala de Weintraub ocorreu durante um evento de entrega de ônibus escolares no Estado de São Paulo. Foram entregues 120 veículos para 115 municípios de São Paulo. Os transportes escolares foram comprados na gestão de  Michel Temer (MDB), em 2018, mas pagos em durante 2019, já no governo Bolsonaro.

Comentários Facebook